Lamentável

“Matei para não morrer”, disse mulher presa em flagrante, logo após assassinar homem na PB

Uma pessoa que estava no local conseguiu segurar a mulher e de imediato acionou a polícia

Wanderley Santos Cavalcante, de 45 anos, foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (19), em frente ao Shopping de Mangabeira, no município de João Pessoa, capital do estado.

O homicídio foi praticado por Maria Alcione da Silva, que se aproximou da vítima e efetuou disparos de arma de fogo.

Uma pessoa que estava no local conseguiu segurar a mulher e de imediato acionou a polícia.

Maria confessou o crime e disse “Matei um estuprador, que me estuprou e matou o pai dos meus filhos”, em outro trecho a mulher complementa, “Matei para não morrer”.

A acusada foi encaminhada ao presídio Feminino Júlia Maranhão, onde aguardará a audiência de custódia.

 

Repórter PB

Destaques