Campina Grande

Primeira-dama visita Instituto Papel Marchê e destaca importância da unidade para crianças com deficiência

Na ocasião, conheceu os projetos desenvolvidos pelo Instituto e ouviu as reivindicações da direção para a ampliação do atendimento

A primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins Salles, visitou, nesta sexta-feira (12), o Centro Especializado em Neurociência Papel Marchê, em Campina Grande. A instituição sem fins lucrativos é referência no atendimento a crianças e adolescentes com deficiência. Na ocasião, conheceu os projetos desenvolvidos pelo Instituto e ouviu as reivindicações da direção para a ampliação do atendimento.

"Fiquei muito feliz em conhecer este espaço tão importante para a população carente de Campina Grande e de ver profissionais tão comprometidos. Todas as reivindicações serão levadas ao governador João Azevêdo, que tem um carinho muito especial por essa causa", afirmou a primeira-dama. "São instituições muito sérias e que merecem toda a atenção do Poder Público", acrescentou.

A coordenadora da Gerência Estadual de Desenvolvimento Humano de Campina Grande, Áurea Carla Duarte, destacou a importância da visita da primeira-dama do Estado ao Instituto Papel Marchê. "É de extrema importância esse momento para esta instituição, que tem prestado um atendimento humano às crianças e aos adolescentes de Campina Grande. Essa visita representa o olhar afetuoso, cuidadoso que prossegue na gestão do governador João Azevêdo", comentou.

Já a presidente do Instituto, Erika Matias, agradeceu a visita da primeira-dama ao Instituto. "É muito gratificante que o Governo do Estado venha conferir in loco os investimentos que temos feito para atender à população carente de Campina Grande e de cidades vizinhas, além de oferecer uma excelente oportunidade de reivindicação, para melhorarmos ainda mais os serviços prestados", acrescentou.

Em funcionamento desde 1993, o Instituto Papel Marchê realiza cerca de seis mil atendimentos por mês. Além disso, são 400 crianças atendidas semanalmente. Entre as especializadas oferecidas estão psicologia, pedagogia, pediatria, cardiologia e neurologia.

Como representação da Funad no interior do Estado, o Instituto atua ainda na emissão de laudos de encaminhamento ao mercado de trabalho e para o acesso livre de pessoas com deficiência aos transportes coletivos.

"O Governo do Estado tem sido um parceiro muito importante, tanto no atendimento diário como no desenvolvimento de projetos. É importante que nossas parcerias sejam ampliadas", finalizou Érika Matias.

Repórter PB

Destaques