Entrevista

Fagner minimiza estatura e projeta duelo particular com sérvio

Fagner fará o seu segundo jogo como titular na Copa do Mundo

Com seu modesto 1,68m, Fagner irá se deparar com jogadores bem mais altos do que ele na próxima quarta-feira, em Moscou. O lateral direito, contudo, minimiza a importância da estatura no decisivo duelo com a Sérvia, equipe que se caracteriza pela força na bola aérea.

Para efeito de comparação, o homem de frente mais baixo do time titular da Sérvia (Dusan Tadic) mede 1,81m. O centroavante Aleksandar Mitrovic, com 1,89m, é 3cm mais alto do que o zagueiro brasileiro Miranda. Foi ele que, de cabeça, marcou o tento no revés por 2 a 1 para a Suíça.

“Qualquer coisa eu subo nas costas de alguém para cabecear (risos)”, brincou Fagner, em entrevista coletiva, neste domingo. “Temos que tentar tirar alguma situação para tentar neutralizar. O tamanho não atrapalha muito, tem que saber usar a inteligência para sair de situações difíceis durante o jogo e buscar o resultado”, acrescentou.

Como Danilo ainda se recupera de uma lesão no quadril – que o tirou do embate com a Costa Rica -, Fagner fará o seu segundo jogo como titular na Copa do Mundo. Pela mesma faixa de campo, ele fará um duelo particular com Aleksandar Kolarov, experiente lateral esquerdo com passagem pelo Manchester City e que atualmente joga pela Roma.

Questionado se teria recebido orientação de Tite para ser mais cauteloso em suas idas ao ataque, Fagner disse que “vai depender muito da situação do jogo. No futebol moderno, não necessariamente vou marcar o Kolarov. Nosso jogador de beirada pode puxar a jogada em cima dele. É circunstancial. Temos que ver como o jogo vai se desenvolver e, em cima disso, tentar criar chances de gol”.

O Brasil lidera o Grupo E com quatro pontos ganhos e garante a classificação às oitavas de final com um empate diante da Sérvia. Uma derrota, aliada a uma vitória dos suíços sobre os costarriquenhos, obrigaria o time dirigido por Tite a arrumar as malas e voltar para a casa. Coisa que Fagner não quer imaginar.

“Todo mundo sabe da importância do jogo e da classificação. Vamos analisar e pensar bem em cima das informações sobre a Sérvia. Sabemos que vai ser um jogo difícil. É procurar fazer um grande jogo tecnicamente, fisicamente e mentalmente”, concluiu. Com Gazeta Esportiva

Repórter PB

Comentários

Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Repórter PB , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Destaques