Você está aqui:
Diálogo não avança, e prefeitura fica impedida de construir Santuário de Frei Damião em Sousa

O Prefeito Fábio Tyrone (PSB) estar encontrando problemas para iniciar a construção do “Santuário” na Fazenda Benção de Deus, local de romaria a Estátua de Frei Damião em Sousa.

O Prefeito Fábio Tyrone (PSB) estar encontrando problemas para iniciar a construção do “Santuário” na Fazenda Benção de Deus, local de romaria a Estátua de Frei Damião em Sousa.

Foi feita uma licitação no valor de mais de R$ 1 milhão para execução do projeto do “santuário”, ideia antiga da comunidade católica, mas o plano esbarrou na própria Igreja que não cedeu o terreno em regime de concessão para a execução do projeto.

O Bispo Diocesano Dom Francisco Sales não concordou em liberar o terreno em regime de concessão por 10 anos ao Município, e achou por bem, a própria Igreja apresentar a comunidade católica outro projeto nos próximos dias, revelou o Padre Rossivam Lopes, Pároco da Igreja São João Batista em Sousa durante entrevista à Imprensa local.

É simples de entender o caso:

A Prefeitura não pode executar nenhuma obra em terreno particular. O santuário de Frei Damião estar na responsabilidade da Diocese de Cajazeiras. Caso libere a concessão do terreno até 10 anos para a prefeitura executaria o projeto do santuário, porém a Igreja ficará sem a tutela administrativa, ficando a responsabilidade do Município.

Sem esse requisito legal, Tyrone não poderá dar início a obra, conforme projetada pela Edilidade, embora a licitação já tenha sido feita. Enquanto isso a comunidade católica espera o desfecho do impasse. Por parte do Município não deverá sair um “centavo”, a não ser na legalidade do projeto. Acredito que a Igreja buscará outras alternativas para angariar fundos para erguer o “santuário” de Frei Damião.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.