Você está aqui:
Raimundo Lira não tem Coragem de romper com o PMDB

O Senador Raimundo Lira (PMDB), liderou nesta quinta-feira (12) um movimento de deputados estaduais e federais, “rebeldes” na Capital João Pessoa

O Senador Raimundo Lira (PMDB), liderou nesta quinta-feira (12) um movimento de deputados estaduais e federais, “rebeldes” na Capital João Pessoa, e fez reunião em sua “mansão” com as presenças dos Deputados Federais: Hugo Mota, Veneziano Vital do Rêgo, o novato André Amaral e do deputado estadual Nabor Wanderley.

A razão partiu do príncipe que o presidente da legenda, Senador, José Maranhão ter decidido ficar com o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo (PSD), juntamente com o Manuel Jr, atual vice.

A questão da “rebeldia”, contou o senador Lira que não seria uma questão politica, e sim, de aliança partidária que o PMDB hoje mantém com o prefeito da Capital.

Observadores políticos acreditam que não haverá rompimento algum, ou cisão dentro do PMDB. Esses “rebeldes” não têm coragem de sair da legenda, principalmente o senador, Lira que depende muito do partido para circular nos corredores em Brasília. Caso Lira rompa, (dificilmente) com o Senador Maranhão, as luzes em Brasília se apagarão para o Senador Paraibano que chegou ao senador, graça a saída do então senador, Vitalzinho que deixou o cargo para ser Ministro do TCU. Até então, quase ninguém sabia que Lira era suplente. Mesmo sem voto, ascendeu ao cargo de Senador.

José Maranhão chamou a “tropa” para uma reunião nesta sexta-feira (13) na sede do Partido em João Pessoa. Saberemos então se vai sair fumaça branca, ou continuará a fumaça preta até que seja resolvido esse problema papal com os cardeais do PMDB.

Saideiras

***** O presidente do Poder Legislativo Coremense, Vereador Assis Clementino (PSD), revelou à amigos próximos que se prepara para fazer a maior administração naquele poder

***** Eleito por maioria absoluta no dia 1º de Janeiro presidente, o Vereador Assis Clemente, agradeceu aos Pares pela confiança depositada, e confirmou que ao lado da prefeita Chaquinha de Edilson (PDT) trabalharão para o desenvolvimento de Coremas

***** O Vereador Dedé do Posto, Presidente do Legislativo do Lastro, revelou que sempre sonhou presidir as sessões da Câmara

***** Nesta nova legislatura, Dedé do Posto conseguiu. Mesmo sendo vereador da oposição, não poderia deixar o ‘cavalo passar selado’. A questão politica com seu cunhado, ex-prefeito, Emmanuel será resolvida depois

***** Permanece o impasse do pagamento dos servidores mês de dezembro, mas 1/5 do 13º salário em Sousa

***** O Prefeito Tyrone vai se reunir na tarde desta sexta-feira (13) com os representantes Sindicais para chegar ao acordo final para evitar assim greve das categorias

***** A proposta do prefeito deva ser pagar os atrasados em parcelas, e não prejudicar a gestão financeira da prefeitura de Sousa

Frase do dia

“Sobre a possibilidade de aderir à bancada de situação, não posso dizer que não, porque na política tudo pode acontecer, mas a preço de hoje, continuo na oposição”, disse o vereador pessoense, que já integrou a bancada de Luciano Cartaxo antes.

Palavra Final

Só se servem do pensamento para autorizar as suas injustiças e só empregam as palavras para disfarçar os pensamentos. Voltaire

Contato com essa Coluna – whatssap – 083-98140-4747

Pereira Jr
Articular Politico

 


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.