Você está aqui:
Desperdício de energia: quem paga essa conta?

A tradição de decorar com luzes as árvores no final do ano começou com Thomas Alva Edison quando inventou a lâmpada incandescente em 1879

Você. Normalmente nessa época do ano o governo começa a preparar o cidadão para que pague a sua conta de energia, do tradicional desperdício de final de ano. Anuncia o aumento na conta, ameaça cobrar multa para quem não reduzir o consumo, mas é quem carrega de luzes as avenidas, praças e fachadas com suas iluminadas decorações de Natal, portanto é quem promove o desperdício de energia.

A tradição de decorar com luzes as árvores no final do ano começou com Thomas Alva Edison quando inventou a lâmpada incandescente em 1879. Usar luzes no final do ano para decorar uma arvore foi somente uma jogada de marketing que virou tradição e que coincidiu com o período de Natal. Mas essa tradição se mantem até hoje por motivos semelhantes, para atrair consumidores e aumentar as vendas.

Precisamos economizar energia SIM, porque a extraímos da natureza e com isso comprometemos o meio ambiente. Se for gerada por termoelétrica implica em queima de matéria prima além de contribui para o aquecimento global. A energia gerada por hidrelétrica depende da água, que está cada vez mais escassa no planeta. Então pela VIDA é importante economizar água e energia.

Não faz sentido hoje seguirmos com esse desperdício. Estamos bancando uma velha tradição com a VIDA, pior que agredir o nosso bolso é a agressão que fazemos ao meio ambiente. O governo exige uma economia que ele não faz e ainda repassa a conta pra população. Essa suposta falta de consciência ecológica dos nossos governantes reflete também a falta de responsabilidade e respeito ao povo e a natureza. PROTESTE! Pelo fim do desperdício de energia nas iluminadas decorações “Natalinas”.

Que a partir de 2017 a luz presente no natal seja a de Deus. Diga NÃO ao desperdício.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.