Você está aqui:
Bloqueios do INSS zeram FPM da 1ª parcela do dia 10 de janeiro na Prefeitura de Sousa

O valor da 1ª parcela do FPM da Prefeitura de Sousa, referente ao mês de janeiro de 2017 foi bloqueado pelo INSS que cobra dívida no valor de mais de R$ 60 milhões

O valor da 1ª parcela do FPM da Prefeitura de Sousa, referente ao mês de janeiro de 2017 foi bloqueado pelo INSS que cobra dívida no valor de mais de R$ 60 milhões de várias administrações passadas.

De acordo com o Secretário de Comunicação, Eugênio Rodrigues foram debitados na conta do FPM, RFB-PREV-PARC53 R$ 31.365,21, mais RFB-PREV-OB COR R$ 349.343,19, mais RFB-PREV-OB DEV R$ 27.702,91, mais R$ 242.694,84 - ainda sem contar com repassa da saúde, R$ 152.602,98, e dedução do FUNDEB no valor R$ 203.470,65, o que teriam zerado o repasse do FPM.

O Secretário de Comunicação, Eugênio Rodrigues afirmou que o ex-prefeito, André Gadelha (PMDB), teria usado de ‘maldade’ e debitou a GIFIP de mais de R$ 1,2 milhão, o que implicariam mais bloqueios no valor de R$ 300 mil até fevereiro.

 


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.