Você está aqui:
Complexo Hospitalar realiza 505 cirurgias em janeiro

Do total de cirurgias, 413 foram de ortopedia e traumatologia

O Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma) realizou 505 cirurgias, no mês de janeiro. No comparativo com o mesmo mês de 2017, quando foram realizados 463 procedimentos cirúrgicos, verifica-se um crescimento de 9,07%. Foram feitas 42 cirurgias a mais.

Para a diretora-geral do Complexo Hospitalar de Mangabeira, Fabiana Araújo, os números refletem o compromisso da gestão em atender às demandas da população com uma assistência contínua. “Trabalhamos para acolher os pacientes e realizar as cirurgias no período mais breve possível, resolvendo as urgências e emergências.

Do total de cirurgias, 413 foram de ortopedia e traumatologia. A unidade hospitalar é referência no Estado da Paraíba em cirurgia de urgência e emergência de áreas abaixo do cotovelo e abaixo do joelho, conforme pactuação firmada com o Ministério da Saúde.

Fabiana Araújo deixa o alerta sobre os acidentes de trânsito, no período de Carnaval. “Normalmente, em períodos festivos, o número de acidentes aumenta porque muitas pessoas dirigem seus veículos após consumirem bebida alcoólica. Portanto, fazemos o apelo para que haja o respeito às leis de trânsito”.

No ano de 2017, o Ortotrauma ultrapassou a marca de 5 mil cirurgias pelo terceiro ano consecutivo. Apenas no ano passado, foram realizadas 5.731 cirurgias. Nos anos de 2016 e 2015, os números foram de 5.362 e 5.251, respectivamente.

A unidade hospitalar realiza exames laboratoriais e por imagem, tratamentos de recuperação motora por meio do Centro de Reabilitação e Tratamento da Dor (Cendor) e urgência psiquiátrica por meio do Pronto Atendimento em Saúde Mental (Pasm).


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.