Você está aqui:
Acrescimento de 65,7% dos Comissionados em Marizópolis no pleito eleitoral gera AIME contra o prefeito eleito, Zé de Pedrinho

Miguel Neto Lins (PP), candidato a prefeito em Marizópolis, segundo colocado nas eleições de outubro, chegou a protocolar uma AIME-

Miguel Neto Lins (PP), candidato a prefeito em Marizópolis, segundo colocado nas eleições de outubro, chegou a protocolar uma AIME- Ação de Investigação de Mandato Eletivo no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba nesta quinta-feira (29).

O documento embasado com provas robustas apontam que o prefeito eleito, José Lins Braga, “Zé de Pedrinho”, durante a período eleitoral, cometeu em tese, vários crimes, que feriram a legislação eleitoral.

De acordo com Miguel Neto, o seu adversário político praticou em tese, abuso do poder econômico, uso indevido do patrimônio público, como máquina e caçamba do PAC, conforme vídeos anexados na Peça Processual que comprovam a data do período eleitoral. Teria também usado funcionário público para trabalhar no período do expediência em sua campanha, como colagem de fotos até nas redes sociais.

O segundo colocado nas eleições de Marizópolis, Miguel Neto apresenta também na Exordial acréscimo abusivo da folha de pagamento de contratados e comissionados em 65.7% no período eleitoral, o que configuraria em tese, conduta vedada, e também o desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal.

No documento é possível perceber que em setembro de 2016, a folha de comissionados e contratados era de R$ 140 mil. Após Zé de Pedrinho assumir o governo, em outubro a folha foi para R$ 235 mil, o representava aumento de 65.7%, aponta prova anexa ao processo. Zé de Pedrinho concorreu à prefeitura no cargo, após Justiça determinar saída do prefeito Zé Vieira acusado de Ato de Improbidade Administrativa.

A peça processual foi entregue junto ao TRE/PB aonde pede inicialmente a cassação do diploma do prefeito eleito, José Lins Braga, e seu vice, Eudes Tavares, e usa também a mesma jurisprudência que cassou em primeira instancia o prefeito do Município de Nazarezinho, Salvam Mendes que tomará posse sobre liminar.

Até o fechamento desta matéria, o Portal REPORTERPB ainda não tinha conseguido ouvir o prefeito, Zé de Pedrinho do Município de Marizópolis sobre o assunto.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.