Você está aqui:
Mattos pede a palavra para defender Cuca: “Melhor do Brasil”

O Cuca, na minha opinião, é o melhor treinador do Brasil, atual campeão brasileiro”, advogou Mattos

O técnico Cuca concederia entrevista após o treinamento realizado pelo Palmeiras na Academia de Futebol durante a manhã desta sexta-feira, mas Alexandre Mattos pediu a palavra. Antes de conversar com a imprensa por mais de uma hora, o diretor de futebol defendeu o trabalho do treinador.

“Desde quarta-feira, começou um processo que tanto conhecemos no Brasil: perde um jogo, todo amor e respeito pelo profissional acabam. É impressionante. Se não mudar isso, não vamos conseguir entender nunca o famoso 7 a 1. O Cuca, na minha opinião, é o melhor treinador do Brasil, atual campeão brasileiro”, advogou Mattos.

Cuca fez uma série de mudanças no time durante o último Derby e usou jogadores em posições diferentes, como o zagueiro Mina, deslocado para o comando de ataque. Ao defender o treinador, Alexandre Mattos justificou a iniciativa de explorar atletas em funções inusitadas.

“O Cuca não mudou em nada o jeito de ser. Ouvi falar que inventou. Ele é criativo e é isso que faz dele um dos melhores do Brasil. Dizer que inventou porque colocou o Mina de centroavante é não refletir sobre o que é o Cuca há 20 anos. Já usou Jorge Henrique de ala no Botafogo e o Leonardo Silva de centroavante no Atlético-MG”, lembrou.

Sexto colocado com 19 pontos ganhos no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras segue vivo na Copa Libertadores (oitavas de final) e na Copa do Brasil (quartas de final), situação que é suficiente para a diretoria manter o respaldo a Cuca, recontratado no começo de maio.

“Ele tem nossa confiança e respeito. Todos ser humano erra, mas o índice de acerto do Cuca é impressionante. Não há qualquer problema de relação com diretoria, comissão técnica e jogadores. Afirmo ao torcedor que temos convicção e sabemos onde queremos chegar”, discursou Mattos.

Confiante no processo de busca pela formação ideal conduzido por Cuca, Mattos citou a falta de tempo para treinar como motivo para a irregularidade do time. E reiterou o apoio ao treinador, que tem contrato com o Palmeiras até o final da próxima temporada.

“Ninguém do Palmeiras disse que o clube ganharia tudo”, pontuou Mattos. “Desde que chegou, com jogo atrás de jogo, o Cuca não teve tempo de fazer um treino com a equipe que considera ideal. Quem está despontando? Quem foi eliminado de algum torneio e tem tempo para treinar. As coisas vão acontecer na hora certa”, declarou.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.