Você está aqui:
Estudantes e docentes do Campus Picuí do IFPB conquistam intercâmbio na Irlanda

Entre os alunos, o sentimento é de ansiedade e realização

Um grupo de alunos e professores do Campus Picuí do Instituto Federal da Paraíba (IFPB) está de malas prontas para a Irlanda. Eles vão estudar inglês numa das mais conceituadas instituições, a Dublin City University (DCU). É a realização de um projeto iniciado há um ano e meio, o Dreams in Action, que começou de forma tímida, mas que acabou se revelando num exemplo de superação e pioneirismo.

A professora Ana Angélica Rocha, coordenadora do Núcleo de Assuntos Internacionais do Campus Picuí, lembra que os desafios foram muitos. “Nossa ideia de levantar recursos para custear um curso de inglês fora do país foi aceita pela turma do 2º ano do Curso Técnico em Edificações. Eles convenceram os pais de trocar a tradicional festa de formatura por uma viagem, já que não seria financeiramente viável optar por ambas”.

A partir daí o grupo realizou diversas ações para arrecadar recursos, como rifas e bazares em diferentes municípios com o apoio de empresas locais, vendeu lanches e promoveu um cofrinho. O projeto divulgado nas redes sociais contou com o apoio dos pais dos alunos e de diretores de outros Campi como Santa Rita, Esperança, Patos, Itabaiana, Campina Grande e a Reitoria, que na reta final ajudaram com sobras de orçamentos.

A Assessoria de Relações Internacionais (Arinter) do IFPB ofereceu as orientações ao grupo para o desenvolvimento do Projeto que recebeu aval da Procuradoria Federal na instituição. “A partir desse contato com a Irlanda estamos vendo a possiblidade de firmar um memorando de entendimento com a DCU, para fundamentar uma proposta de convênio futura” afirmou a Assessora da Arinter, Mônica Maria Montenegro.

No dia 19, 18 alunos e cinco professores do Campus Picuí embarca para uma viagem de duas semanas na Dublin City University. Integram o grupo os professores Ana Cláudia Fontes, de Educação Física, que também coordena o Projeto; Alyne Ferreira de Araújo, de Língua Inglesa; Fernando Costa Gomes, de Física; e Lidiane Cristina Félix, de Geologia. Professoras Ana Cláudia e Ana Angélica, Coordenadoras do Projeto

Entre os alunos, o sentimento é de ansiedade e realização. “Sou filha de pais agricultores, moro na zona rural e nem tão cedo me via conhecendo outro país” afirma a aluna Raquel da Silva Araújo. Para o aluno Luccas Brito Moreira: “O projeto abrirá portas para todos nós, alunos e, sem dúvida, será uma experiência incrível e inesquecível”.

“Este é, certamente, o início de uma nova era no IFPB, na qual seremos capazes de acreditar no valor da internacionalização para o crescimento dos nossos alunos e para o Instituto como um todo. Estamos muito orgulhosos e agradecidos por sermos os pioneiros dessa grande experiência e por termos abertos as portas para novas gerações”, afirma Ana Angélica Rocha.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.