Você está aqui:
3º dia da Fuvest tem prova com temas atuais, dizem professores

Paulo Moraes, diretor de ensino do Anglo, disse que todas as disciplinas estavam muito difíceis, como é esperado para a prova específica

A prova desta terça-feira, 10, da segunda fase da Fuvest trouxe questões "atuais" e uma abordagem moderna dos conteúdos ensinados no ensino médio, segundo os professores de cursinho pré-vestibular. No terceiro dia de provas, os alunos responderam 12 questões de duas ou três disciplinas de acordo com a carreira escolhida.

Paulo Moraes, diretor de ensino do Anglo, disse que todas as disciplinas estavam muito difíceis, como é esperado para a prova específica. "Já é esperado que seja uma prova com alto grau de dificuldade, mas nesta edição a Fuvest reforçou ainda mais que exige do candidato não só o conteúdo, mas que ele esteja antenado com o que ocorre no mundo e saiba contextualizar o que aprendeu com o cotidiano", disse.

Moraes destacou a abordagem da prova de biologia que, segundo ele, foi "extremamente moderna". "As questões abordaram assuntos como célula tronco, genética, transgênicos. Só assuntos do século 21. É uma mudança, porque a Fuvest costumava ser muito tradicional em biologia".

A coordenadora do curso Objetivo, Vera Lucia Antunes, também destacou que as provas trouxeram temas atuais e, por isso, exigiam reflexão dos alunos.

"Cobraram conteúdos clássicos e tradicionais dentro de assuntos da atualidade. Em Geografia, por exemplo, uma das questões pedia que o aluno diferenciasse os movimentos sociais atuais dos das décadas de 80 e 90. Ou seja, é uma prova que não quer que o aluno decoreba, mas análise", disse. Com informações do Estadão Conteúdo.

Edmilson Motta, coordenador geral do colégio Etapa, destacou que as provas de Física e Matemática tiveram alto grau de complexidade. Em Física, ele disse que houve um excesso de itens por questão. "Se por um lado, o aluno tem mais chance de pontuar, de outro, ele tem que estar mais atento para organizar o espaço para a resposta e o tempo".

Em Matemática, Motta destacou como mais difícil uma questão de geometria que exigia do aluno conceitos de trigonometria e geometria analítica. "Era uma questão complexa e a mistura de conceitos traz uma emoção ainda maior".

Ausências

Nos três dias da segunda fase da Fuvest, 2,1 mil candidatos deixaram de comparecer em pelo menos uma das provas - índice de abstenção de 9,2%. No ano passado, o porcentual de ausentes foi de 9%.

Nesta quarta-feira, 11, começam as provas de habilidades específicas, elaboradas e aplicadas por professores da Escola de Comunicações e Artes. Para os candidatos de Artes Cênicas, as provas serão nesta quarta-feira, 11, e sexta-feira, 13. Para os do curso Superior do Audiovisual, apenas na sexta. Locais, horários e demais instruções para essa etapa podem ser consultados no site da Fuvest.

As notas da segunda fase estarão disponíveis no site da Fuvest no dia 2 de fevereiro, mesmo dia em que será divulgada a primeira lista de aprovados no vestibular. A matrícula será em duas etapas: apenas no site da Fuvest, nos dias 6 e 7 de fevereiro de 2017, e presencial (obrigatória) nos dias 13 e 14 de fevereiro.


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.