Você está aqui:
Censores chineses vetam beijo gay de Fassbender em "Alien"

Conteúdo do tipo tem sido censurado de forma rotineira na TV do país

Censores chineses cortaram do filme "Alien: Covenant", lançado no país nesta sexta-feira (16), o beijo gay entre os ciborgues Walter e David -ambos interpretados pelo ator alemão Michael Fassbender.

"Em outras partes editadas você não percebe [o corte]. Mas, na parte em que o beijo gay deveria acontecer, dá para ver que tem algo faltando", disse Yu, funcionário de uma agência chinesa de publicidade, à revista americana "The Hollywood Reporter".

Mais recentemente, a China já havia censurado de oito a 14 minutos de filmes como "Logan" e "Resident Evil - The Final Chapter". Nesse caso, as cenas cortadas eram cenas de violência.

A política da China quanto a cenas de afeto gay em filmes é errática. O filme "Brokeback Moutain", por exemplo, foi proibido de ser exibido no país -apesar da reputação de Ang Lee lá. Conteúdo do tipo tem sido censurado de forma rotineira na TV.

Ainda assim, a alardeada "cena gay" de "A Bela e a Fera" foi permitida ano passado. As autoridades do país ainda fizeram propaganda de sua suposta tolerância. O jornal oficial do partido comunista no país tuitou, à época, que a cena não só foi mantida, como não precisava de alerta para menores de idade. (FolhaPress)


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Repórter PB, não reflete a opinião deste Portal.