Reporter PB

Saúde

5 fatores que podem impedir o sonho de ser mãe

Desequilíbrio hormonal, infecções e alterações anatômicas podem dificultar, e até mesmo, impedir a gravidez

Ter filho faz parte da lista de sonhos de grande parte das mulheres. Muitas desejam engravidar e gerar o seu próprio bebê. Mas isso pode não ser possível em alguns casos. O ginecologista e obstetra, Dr. Jurandir Passos, que integra o corpo clínico do Laboratório Exame, explica que a dificuldade em engravidar e, até mesmo, a infertilidade feminina pode ser explicada por alguns fatores, como anatômicos, infecciosos, hormonais e imunológicos.

A malformação dos órgãos genitais é uma das causas que influenciam na capacidade de engravidar ou de levar a gestação adiante. “Problemas na formação do útero ou alterações anatômicas da própria vagina podem levar a incapacidade da gestação. Além disso, a presença de miomas e modificações anormais do material menstrual influenciam negativamente na gestação, visto que o embrião não consegue se fixar na parede uterina, o que impossibilita levar a gestação até o final”, explica o especialista.

O descontrole hormonal e a presença de determinadas infecções também são fatores que dificultam e podem impossibilitar a gestação. “O distúrbio hormonal pode ser percebido pelas mudanças no ciclo menstrual e no volume da menstruação. Os hormônios são imprescindíveis para a gestação, já que eles estão intimamente ligados à ovulação da mulher. Já as infecções por bactérias, como por exemplo a clamídia e o micoplasma, podem gerar aderências uterinas e nas trompas, dificultando a passagem dos óvulos e até mesmo a fixação do óvulo fecundado na parede uterina”, alerta Dr. Jurandir.

Avaliação e diagnóstico das causas

O ideal para a mulher que deseja engravidar é procurar um especialista previamente para que a gestação seja programada e diminua os possíveis riscos. Para aquelas que têm dificuldade em engravidar espontaneamente, alguns exames devem ser feitos para detecção das causas. “A avaliação inicial é da anatomia dos órgãos genitais, por meio da ultrassonografia, a qual possibilita analisar a formação do útero, ovários e trompas. Malformações não são as únicas causas de disfunção das trompas e ovários, a endometriose também pode afetar a função das trompas, por meio da formação de aderências entre elas e o útero, ovário ou mesmo alças intestinais. A doença também pode afetar o ovário ao formar cistos no órgão e prejudicar seu funcionamento”, detalha.

Além disso, deve ser feita uma análise hormonal da mulher, por meio de exames de sangue que relatam as taxas do organismo. “A disfunção hormonal, a menopausa precoce e a síndrome do ovário policístico são algumas das causas hormonais que dificultam a gravidez e que podem ser diagnosticadas com um simples exame de sangue”. Vale lembrar que a idade da paciente também é um fator a ser levado em consideração, já que a partir dos 35 anos de idade a capacidade reprodutiva da mulher começa a diminuir”, esclarece.

Importante salientar também que a avaliação deve ser feita em conjunto com a do parceiro! “A avaliação da capacidade de engravidar não deve estar restrita apenas à mulher. Não podemos esquecer que o fator pode ser masculino”, conclui.

Página:

http://www.reporterpb.com.br/noticia/sade/2017/03/20/5-fatores-que-podem-impedir-o-sonho-de-ser-me/59967.html